sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Do glamour da passarela ao guarda-roupa da vida real (SPFW)

A SAO PAULO FASHION WEEK temporada Primavera- Verão 2011 aconteceu entre 9 e 14 de junho em pleno inverno da cidade, ou seja, não havia a menor condição de usufruir das novidades tão acaloradas com seus tecidos leves e cores super claras e alegres no meio do inverno frio da cidade.

Passados 5 meses, vivenciando a primavera de novembro e a 1 mês do verão, mesmo com o clima desfavorável, já conseguimos abrir as portas de nosso guarda-roupa para receber aquelas peças tão esperadas da estação atual.

Tenho certeza que você, que não entende nada de moda e desfiles, deve estar pensando... “Que saco! Essas matérias sobre moda e tendência, são totalmente sem sentido pra mim!” . Para ser sincera, você tem razão de pensar desta maneira, a maioria dos sites e revistas que abordam o assunto, transmitem apenas a parte comercial da historia e para quem não entende, parece pura futilidade, mas não é...

O que precisaria ser esclarecido pelos veículos de comunicação é que, cada estilista cria para um determinado estilo, que pode ou não ser o seu e que nem todas as peças apresentadas nos desfiles pelos modelos, caem bem para todos os formatos de corpo.

Confira aqui as principais grifes que podem ser adaptadas a realidade do dia-dia e para nosso corpinho real, que não é assim “uma Gisele Bündchen”, também indicaremos onde e quando as roupas se encaixariam em situações do dia dia.

Para melhor entendimento dos formatos de corpo, comparei formas geométricas com silhuetas de pessoas reais para facilitar as associações das proporções



ALEXANDRE HERCHCOVITCH
Mínimal ou Máximal...?
Como todo artista contemporaneo, Alexandre deixou um ponto de interrogação ao final da apresentação de sua obra, ficamos na dúvida se se tratava de mínimal arte pelas formas geométricas e monocromáticas ou se, pelo fato das peças serem ricas em detalhes no tecido, mangas, maquiagem, acessórios, mesmo que discretos haveria um excesso... Fascinante! Gênio!!!



Código Visual da coleção: Transmite modernidade, inteligencia, ousadia, criatividade, poder.

Nível de Formalidade Social da Coleção: TRAJE RELAXED- O Traje Relaxed preza o conforto. São vestidos leves, saias e blusas soltas em tecidos opacos.

Onde usar? Relaxed é apropriado para almoços com amigos, cinema, barzinho descontraído e festas infantis.


ANA SALAZAR
Moderno ou esquisito?
Assim ficamos após o desfile de Ana Salazar. Em sua coleção, ela usa tecidos tecnológicos cortados a laser, desconstrói as formas, junta peças inimagináveis, aplica zíperes sem função. Algumas peças ficaram harmoniosas e algumas delas muito estranhas.


Código Visual da coleção: Movimento Dark, intelectualidade, agressividade, sexualidade.

Nível de Formalidade Social da Coleção: BALADA NOTURNA- O Traje preza a sensualidade ligada o conforto em tecidos tecnologicos, leves, transparentes e brilhosos. Para dançar e seduzir a noite toda.

Onde Usar? É apropriado para lugares fechados onde exista jogos de luzes coloridas ou até iluminação baixa, assim caracteriza o ambiente de sedução.

GOSTOU DESSA MANEIRA DE ABORDAGEM? SEMANA QUE VEM TEM MAIS...

Nenhum comentário:

Postar um comentário